Juiz adia até o dia 9 audiência preliminar de Berlusconi

O juiz Fabio Paparella adiou nesta segunda-feira até o dia 9 a abertura da audiência preliminar para decidir sobre a abertura de um julgamento do ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi e do advogado britânico David Mills por corrupção em ato judicial.O início da audiência preliminar estava previsto para esta segunda, mas o magistrado o adiou para dar tempo às partes para examinar os novos documentos apresentados pela Promotoria e pela defesa.A Promotoria de Milão considera que há provas suficientes sobre o suposto pagamento por Berlusconi de 580 mil euros a Mills em troca de falso testemunho em dois julgamentos contra o atual chefe do Executivo italiano, em 1997 e 1998, dos quais foi absolvido.Os advogados de defesa de Mills asseguram que as novas provas apresentadas por eles mostram que Berlusconi não teria corrompido o britânico.No final da audiência preliminar, cujo processo pode durar semanas, o juiz deverá decidir se abre julgamento oral contra Berlusconi e Mills ou se, pelo contrário, não existem provas suficientes para levar a acusação adiante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.