Juiz adia processo contra acusado por 11 de setembro

O processo contra o francês de origem marroquina, Zacarias Moussaoui - única pessoa enviada a julgamento nos Estados Unidos pelos ataques de 11 de setembro de 2001-, foi prorrogado mais uma vez hoje. O juiz federal Leonie Brinkema adiou de janeiro para junho de 2003 o começo do julgamento na corte federal de Alexandria, no Estado americano de Virgínia. O debate estava inicialmente programado para começar hoje, mas no último verão (no Hemisfério Norte), o juiz decidiu uma primeira postergação.O último adiamento foi determinado para que Moussaoui tenha mais tempo para examinar os milhões de documentos coletados pelo governo dos Estados Unidos para o processo. Moussaoui, que confessou ter sido um militante da rede terrorista Al-Qaeda, nega qualquer responsabilidade no planejamento dos ataques em Washington e Nova York, pelo quais é acusado pela promotoria. Ele preferiu ser seu próprio defensor no caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.