Juiz anula adoção de gêmeas pela Internet

Um juiz de Arkansas decidiu nesta terça-feira que as gêmeas adotadas duas vezes por meio de uma agência da Internet não pertencem nem ao casal californiano nem ao britânico que lutam por sua custódia e que a questão deverá ser definida por uma corte do Missouri, onde elas nasceram. O juiz solicitou que as meninas, hoje sob custódia do serviço social britânico, sejam enviadas aos Estados Unidos. Ainda não há legislação internacional sobre adoções pela Internet

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.