Juiz britânico concede liberdade a fundador do WikiLeaks

Um juiz britânico concedeu hoje o direito de fiança ao editor-chefe do site WikiLeaks, Julian Assange, durante uma audiência em um tribunal de Londres. A ordem é dada uma semana após o fundador do site se entregar à polícia, em razão de um processo que responde por supostos crimes sexuais na Suécia. O WikiLeaks começou a divulgar no mês passado cerca de 250 mil documentos secretos diplomáticos dos Estados Unidos.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2010 | 13h51

O australiano de 39 anos foi alvo de um mandado internacional de prisão. Seus advogados afirmam que ele é inocente e veem motivações políticas no caso. Entre as condições impostas para a libertação, Assange terá de usar um dispositivo eletrônico que controlará sua localização. Além disso, precisará se apresentar à polícia diariamente. A fiança dele foi fixada em 200 mil libras. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.