Juiz manda Bin Laden e Iraque pagarem indenização

Um juiz federal americano determinounesta quarta-feira que as famílias de pelo menos duas vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 sejam indenizadas em quase US$ 104 milhões, alegando que elas conseguiram "provar que o Iraque forneceu apoio material" à rede extremista Al-Qaeda.Numa decisão por escrito emitida pela Corte Federal de Manhattan, o juiz Harold Baer determinou que o pagamento deverá ser feitopor Osama bin Laden, líder da Al-Qaeda, pelo Taleban, e por Saddam Hussein e seu governo deposto.Por ter sido o primeiro a chegar à fase de indenização, o caso foi acompanhado de perto por advogados encarregados de outros processos abertos contra o Iraque, a Al-Qaeda e outrosgrupos ou pessoas após os atentados de 11 de setembro de 2001.

Agencia Estado,

07 de maio de 2003 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.