Juiz manda prender jornalista do NYT por desacato

Um juiz federal ordenou a prisão, por desacato, da jornalista do New York Times Judith Miller, que se negou a revelar suas fontes num caso ligado ao vazamento - por parte de um funcionário da administração de George W. Bush - do nome de uma agente da CIA. O tribunal, no entanto, concedeu à jornalista o benefício de permanecer em liberdade enquanto apela da decisão, mas reiterou que ela pode pegar até 18 meses de prisão, caso continue se negando a comparecer para depor. A identidade da agente, Valerie Plame, foi revelada em 2003. Antes, o marido dela, o ex-embaixador Joseph Wilson, provou que Bush usou dados falsos ao declarar que o Iraque tinha tentado comprar urânio na África para um suposto programa de armas nucleares.

Agencia Estado,

07 Outubro 2004 | 17h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.