Juiz ordena cegar um homem que jogou ácido na namorada

Um juiz ordenou hoje que um homem considerado culpado por cegar sua noiva de 17 anos com ácido seja cegado da mesma forma como parte de sua sentença, informou a polícia. Mohammed Sajid, de 19 anos, jogou ácido no rosto de Rabia Bibi com a ajuda de dois irmãos e dois amigos, em junho último na cidade de Bahawalpur, na província paquistanesa de Punjab. A moça ficou cega dos dois olhos e sua face sofreu queimaduras graves pelo ataque, que, segundo a polícia, foi causado por uma briga rotineira de casal. O juiz Afazal Sharif considerou Sajid e seus irmãos culpados pelo ataque e estabeleceu uma pena de sete anos de prisão para cada um deles. Segundo o agente de polícia local Rana Riaz, o magistrado determinou também que Sajid tenha os dois olhos cegados por ácido. A punição será levada a cabo por por um médico em um estádio de esportes, para que todos possam assisti-la. "Este é o estilo islâmico de fazer justiça", escreveu o juiz em seu veredito. Segundo a polícia, o réu apelará da sentença. Os dois amigos que ajudaram Sajid foram postos em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.