Juíza argentina impede corte salarial até julgamento

A juíza trabalhista argentina Graciela Gianella determinou que os cortes de salários de servidores públicos previstos no programa de déficit zero não sejam implementados até que a Justiça decida sobre os vários processos iniciados contra o plano governamental. De acordo com a agência Diarios y Noticias, os salários precisarão ser pagos integralmente, mesmo durante a fase de recursos do processo legal. Funcionários do governo não estavam disponíveis para comentar a decisão. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.