Juíza federal veta parte da lei de imigração do Arizona

A juíza federal norte-americana Susan Bolton vetou hoje as partes mais controversas da nova lei de imigração do Estado do Arizona (EUA), pouco antes da legislação entrar em vigor amanhã, dando uma vitória legal aos oponentes das medidas.

AE-AP, Agência Estado

28 de julho de 2010 | 18h33

A lei estadual deverá entrar em vigor amanhã, mas sem muitas das provisões que enfureceram os opositores - incluída a parte que pedia aos policiais que verificassem o status imigratório de uma pessoa, enquanto cumpriam outras leis. As partes suspensas e vetadas agora terão que ser discutidas em outras instâncias judiciais.

A juíza também suspendeu parte da lei que exigia que os imigrantes levassem consigo os documentos o tempo inteiro, e tornava ilegal que trabalhadores sem documentos solicitassem empregos em lugares públicos. A suspensão das partes mais polêmicas da lei poderá evitar vários protestos de ativistas que estavam marcados contra a legislação. Os opositores afirmam que a lei do Arizona levará à discriminação racial e excedia a lei federal de imigração.

Tudo o que sabemos sobre:
leiimigraçãoArizonajuízaveto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.