Juíza marca julgamento de fonte do WikiLeaks

O julgamento do soldado Bradley Manning, acusado de ter repassado ao site WikiLeaks centenas de milhares de documentos secretos do governo americano, terá início no dia 3 de junho. A decisão foi tomada ontem pela juíza militar Denise Lind, um dia depois de ela ter determinado a redução da pena do soldado de 25 anos em razão das condições "excessivas" de seu regime carcerário. ONGs acusam o Pentágono de ter violado sistematicamente os direitos de Manning, que está sendo julgado em uma corte militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.