Fernando Llano/AP
Fernando Llano/AP

Juíza revoga decisão e jornal que ironizou funcionárias do governo volta a circular

A juíza Denisse Bocanegra - que proibiu o semanário venezuelano 6.º Poder de circular e mandou prender a diretora e o editor-chefe do jornal depois da publicação de uma fotomontagem que ironizava algumas funcionárias do governo do presidente Hugo Chávez (foto) - revogou ontem sua decisão, permitindo que o veículo volte a circular normalmente. No entanto, o advogado do 6.º Poder declarou que o jornal está proibido de publicar material ofensivo a funcionários públicos e mulheres. Ainda ontem, Chávez afirmou pelo Twitter que sua saúde está bem o suficiente para enfrentar o "bombardeio" da terceira fase de quimioterapia, que estava programada para começar ontem em Caracas. As outras sessões ocorreram em Cuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.