Juíza suspende carteira de motorista de Jeena Bush

Uma juíza ordenou nesta sexta-feira Jeena Bush a pagar uma multa de US$ 600 por violar a lei de bebidas alcoólicas. A juíza Elisabeth Earle, da Corte Comunitária, suspendeu também a carteira de motorista de Jeena por 30 dias e ordenou que ela cumpra 36 horas de serviços comunitários. Jeena, de 19 anos, é filha do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Ela não estava presente hoje na corte. Seu advogado, Bill Allison, entrou com um apelo para que ela não refutasse a acusação de ter tentado comprar bebidas alcoólicas com documento de identidade de outra pessoa em um restaurante porque o consumo de bebidas alcoólicas é permitido apenas a maiores de 21 anos. Ela já havia declarado inocência numa audiência anterior. Por esta citação, ela fora obrigada a pagar US$ 100 e cumprir 36 horas de serviços comunitários. Pela segunda contravenção, Earle ordenou Jeena a pagar mais US$ 500 em multas. Sua irmã gêmea, Barbara, não refutou no mês passado a acusação de posse de bebida alcoólica abaixo da idade permitida durante a mesma visita, em 29 de maio, a um restaurante popular mexicano. Apenas duas semanas antes do incidente, Jeena Bush também não havia refutado acusações separadas de posse de bebida alcoólica. Ela foi condenada a receber aconselhamento e a prestar serviços comunitários. Earle enviará as informações do processo ao Departamento de Segurança Pública para suspender por um mês a carteira de motorista, medida que entrará em vigor em 18 de julho. Allison informou que sua cliente estava fora da cidade. Cortes municipais e comunitárias permitem que os advogados se declarem sem a presença do réu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.