Julgamento de Morsi é adiado para 1 de março

Um tribunal egípcio decidiu nesta quarta-feira adiar o julgamento do presidente deposto, Mohammed Morsi, para 1 de março. A decisão foi determinada em função da análise de vídeos que ligariam a morte de manifestante a Morsi.

AE, Agência Estado

06 de fevereiro de 2014 | 02h33

O presidente deposto e outro 14 réus, entre eles alguns assessores, são acusados de incentivar a matança de manifestantes da oposição que protestavam fora do palácio presidencial em dezembro de 2012. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
egitomorsijulgamentoadiado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.