Julgamento de Posada Carriles é adiado pela quarta vez

O julgamento do extremista e ex-agente da CIA Luis Posada Carriles foi suspenso hoje por causa de um problema familiar do advogado de defesa. Trata-se da quarta interrupção no processo por perjúrio, iniciado em 10 de janeiro. A juíza federal Kathleen Cardone disse que o advogado, um dos três que representa Posada Carriles, permanecerá fora por pelo menos uma semana, mas que o julgamento será retomado amanhã. Os outros três adiamentos ocorreram por nevascas em El Paso ou por petições de anulação, apresentadas pela defesa.

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2011 | 18h12

O cubano de 83 anos foi um ativista contrário a Fidel Casto apoiado por Washington, mas agora é acusado de perjúrio, obstrução da Justiça e fraude imigratória por mentir às autoridades federais de El Paso após ingressar nos Estados Unidos, a partir do México, em 2005. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
julgamentoex-agentePosada CarrilesEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.