Julgamento de vice-presidente do Iraque é adiado de novo

Um tribunal iraquiano adiou pela segunda vez nesta quinta-feira o julgamento do vice-presidente do país, Tariq al-Hashemi, que está foragido na Turquia.

AE, Agência Estado

10 Maio 2012 | 09h44

Al-Hashemi iria ser julgado à revelia em Bagdá por acusações de terrorismo. Ele teria comandado e financiado esquadrões da morte cujos alvos eram autoridades do governo, forças de segurança e peregrinos xiitas.

O julgamento foi adiado porque os advogados de Al-Hashemi, que nega as acusações, insistem que seu cliente seja julgado numa corte especial nomeada pelo Parlamento.

O caso ameaça paralisar o governo do Iraque ao alimentar ressentimentos de sunitas e curdos contra o primeiro-ministro xiita que, segundo críticos, estaria monopolizando o poder.

A próxima audiência do caso de Al-Hashemi está marcada para a próxima terça-feira, 15. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iraque julgamento adiamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.