Julio Iglesias é criticado por cantar para ditador

Grupos de defesa dos direitos humanos começaram uma campanha contra a estrela espanhola da música romântica Julio Iglesias. O cantor aceitou fazer um show patrocinado pelo ditador da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang. Iglesias e seu agente ainda não comentaram os protestos provocados por sua decisão de cantar para Obiang.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.