Jundollah sequestra seis membros da Guarda Revolucionária do Irã

Cinco dos reféns foram resgatados pela organização, mas um deles foi morto na tentativa de resgate

Agência Estado e Associated Press,

18 de setembro de 2010 | 19h19

Seis pessoas foram sequestradas por militantes no sudeste do Irã, informou a Associated Press neste sábado, 18. Segundo a agência, todos os reféns eram membros da Guarda Revolucionária.

Militantes sunitas do Jundollah reivindicaram responsabilidade pelo ataque.

 

Cinco dos reféns foram resgatados pela Guarda Revolucionária, mas o sexto foi morto na tentativa de resgate, segundo a AP.

 

O Jundollah afirma que sua luta tem o objetivo de pressionar pelos direitos da minoria étnica sunita do Baluchistão no Irã, país predominantemente xiita. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.