Junta Militar detém veterano jornalista aliado de Suu Kyi

Ohn Kyaing, 64 anos, havia deixado a prisão em 2005 após cumprir 15 dos 17 anos aos quais foi condenado

Efe,

02 de outubro de 2008 | 04h24

As forças de segurança de Mianmar (antiga Birmânia) detiveram Ohn Kyaing, um ex-jornalista e aliado político da líder opositora e Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, sob prisão domiciliar desde 2003. Kyaing, de 64 anos, foi detido na quarta-feira, 1, em sua casa em Yangun, a maior cidade do país, informou nesta quinta-feira Nyan Win, porta-voz da opositora Liga Nacional pela Democracia (LND), liderada por Suu Kyi. O jornalista deixou a prisão em 2005 após cumprir 15 dos 17 anos aos quais foi condenado por distribuir textos contra a Junta Militar, e desde então escrevia artigos em vários jornais sob o pseudônimo Aung Wint. Kyaing obteve uma cadeira de deputado nas eleições de 1990, as últimas realizadas no país e nas quais a LND venceu com folgas o partido oficial, mas cujos resultados jamais foram reconhecidos pelo regime dos generais. O veterano jornalista era amigo de Win Tin, o preso político mais velho do país até ser libertado em 23 de setembro em uma rara anistia, após 19 anos preso.

Tudo o que sabemos sobre:
MianmarJunta MilitarAung San Suu Kyi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.