Junta militar prepara libertação de opositora

MIANMAR

, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2010 | 00h00

Os serviços de segurança birmaneses preparam a iminente libertação de Aung San Suu Kyi, símbolo da oposição à junta militar que governa Mianmar desde 1967. Os 18 meses de prisão domiciliar aos quais a Nobel da Paz foi condenada - entre muitas outras penas - terminam sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.