Junta retira 2 mil nomes de lista de 'inimigos'

Mianmar retirou ontem cerca de 2 mil nomes da lista de pessoas que o governo do país considera ameaças a sua segurança. Entre as personalidades que saíram da lista estão a ex-secretária de Estado dos EUA Madeleine Albright e a ex-presidente filipina Corazón Aquino, morta em 2009. A lista chegou a ter mais de 6 mil pessoas, entre funcionários de países estrangeiros, entidades de ajuda e veículos de imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.