Júri absolve 8 acusados de matar jovem negro

Oito ex-funcionários de um reformatório juvenil da Flórida foram inocentados ontem da morte de Martin Lee Anderson, um adolescente negro de 14 anos que foi filmado sendo chutado e espancado. O vídeo provocou ultraje nos EUA, mas o júri, formado por brancos, levou 90 minutos para decidir que não houve um crime. Martin morreu um dia após ser agredido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.