Júri absolve acusados de assassinar jornalista russa

Um júri de Moscou absolveu hoje três homens acusados pela morte da jornalista Anna Politkovskaya, uma crítica do Kremlin. Os veredictos são uma derrota embaraçosa para os promotores, em um caso comprometido de início pela ausência do suspeito de atirar na vítima e também de qualquer autor intelectual do crime. Os réus Dzahabrail e Ibragim Makhmudov e o policial Sergei Khadzhikurbanov eram acusados de ajudar a organizar e mediar o acordo para a morte de Anna, em 2006. Eles eram acusados por assassinato e poderiam pegar prisão perpétua, caso culpados.A jornalista realizou várias reportagens sobre as atrocidades na Chechênia e os abusos dos russos na região. As matérias enfureceram o Kremlin. O assassinato mostrou os riscos a que estão submetidos jornalistas e críticos do governo russo em geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.