Júri não chega a veredicto no caso do ataque a Londres

Um júri britânico informou hoje ter fracassado em chegar a um veredicto no caso de três homens acusados de ajudar no planejamento dos ataques a bomba ao sistema de metrô e transportes da capital inglesa, em 2005. Os procuradores disseram que irão considerar a possibilidade de um novo julgamento. A decisão deverá ser tomada em uma semana. Waheed Ali, de 25 anos, Sadeer Saleem, de 28 anos, e Mohammed Shakil, de 32 anos, negaram as acusações de conspirar com os homens-bomba atacantes para provocar as explosões. O juiz Peter Gross ordenou que os acusados permaneçam detidos até que seja tomada uma decisão sobre um segundo julgamento. "Eu trabalharei a partir da assertiva que existirá um segundo julgamento, que deverá ocorrer no próximo ano," disse Gross à corte. Os ataques de 7 de julho de 2005 - os maiores contra a capital britânica desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) - mataram 52 usuários em três estações do metrô e em um ônibus de Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.