Júri vê as últimas imagens do brasileiro

Vídeo no metrô de Londres mostra eletricista sendo seguido por policiais

AP E AFP, O Estadao de S.Paulo

09 de outubro de 2007 | 00h00

O tribunal que julga a atuação da Scotland Yard na morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, morto no metrô de Londres após ser confundido com um terrorista, exibiu ontem ao júri as últimas imagens do brasileiro antes de ele ser baleado pela polícia britânica em 22 de julho de 2005. As imagens de vídeo mostram o eletricista sendo seguido por agentes da Scotland Yard quando entrava na estação de Stockwell.Ontem, um policial disfarçado que participou da ação prestou depoimento e disse ter segurado Jean Charles momentos antes de o brasileiro ser atingido pelo primeiro dos sete tiros que recebeu na cabeça. "Eu segurei o sr. Menezes envolvendo meus dois braços ao redor de seu torso e imobilizando seus braços", afirmou o policial, que foi identificado apenas como Ivor. "Depois de um tempo, senti sua cabeça virando e ouvi um tiro bem perto da minha orelha esquerda." Ivor descreveu a cena do crime como "barulhenta, violenta e muito perturbadora".O julgamento da Scotland Yard, que deve ser concluído daqui a cinco semanas, é uma das últimas chances da família do brasileiro de conseguir uma condenação no caso. Em julho do ano passado, a promotoria britânica anunciou que não iria processar nenhum dos 15 policiais envolvidos no episódio. Jean Charles foi morto um dia após os atentados fracassados contra o sistema de transportes de Londres e duas semanas depois dos atentados que deixaram 56 mortos (incluindo quatro terroristas suicidas).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.