Justiça americana apresenta acusações contra jovem que queria matar Trump

Michael Steven Sandford, britânico de 20 anos, foi preso no dia 18 de junho durante um comício do provável candidato republicano por tentar roubar a arma de policial com a intenção de disparar contra o magnata

O Estado de S.Paulo

30 Junho 2016 | 10h55

WASHINGTON - Um tribunal federal em Las Vegas, no Estado de Nevada, apresentou na quarta-feira acusações contra um jovem britânico que neste mês supostamente tentou pegar a arma de um policial para disparar contra Donald Trump, provável candidato republicano à presidência dos Estados Unidos.

Michael Steven Sandford, de 20 anos, foi acusado de posse de arma com residência ilegal nos Estados Unidos e por interromper assuntos de governo.

Sandford permanecerá preso sem direito a fiança enquanto aguarda o julgamento, que começará no dia 6 de julho. As acusações podem lhe custar até 10 anos de prisão.

O jovem britânico foi preso no dia 18 durante um comício de Trump em Las Vegas por tentar roubar a arma de um policial.

Segundo os documentos judiciais, Sandford confessou que sua intenção era disparar contra Trump. Ele disse ao Serviço Secreto, responsável pela segurança dos candidatos presidenciais, que deixou a Califórnia tendo Las Vegas como destino com a ideia de matar o magnata, algo que estava planejando há um ano. /EFE

Veja abaixo: As polêmicas frases de Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.