AP
AP

Justiça americana indicia suspeito de atentado à Maratona de Boston

Dzhokhar Tsarnaev responderá por 30 crimes, incluindo uso de arma de destruição em massa

O Estado de S. Paulo,

27 de junho de 2013 | 14h43

(Atualizada às 16h35) BOSTON - Um dos suspeitos pelos atentados à Maratona de Boston,  Dzhokhar Tsarnaev, foi indiciado nesta quinta-feira, 27, pela Justiça americana. Ele responderá por 30 crimes, entre eles os de assassinato e do uso de armas de destruição em massa pela morte de quatro pessoas - três civis e um policial.

Segundo o Departamento de Justiça, se for considerado culpado em 17 dessas acusações, Dzhokhar pode ser condenado à pena de morte ou prisão perpétua. Ele foi preso e ferido pela polícia de Boston dias depois do atentado, após longa perseguição policial.

O indiciamento não menciona nenhuma conspiração por trás da ação dos irmãos Tsarnaev ou qualquer contato direto com extremistas de outros países. O documento afirma que Dzhokhar aprendeu a fazer a bomba a partir do site de uma revista da Al-Qaeda e aponta a internet como fundamental para a radicalização dos irmãos.

Ao lado do irmão Tamerlan, morto em confronto com a polícia, Dzhokhar plantou duas bombas caseiras feitas a partir de panelas de pressão e pregos na reta de chegada da maratona no dia 15 de abril. Mais de 260 pessoas ficaram feridas nas explosões. / AP e NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.