Justiça argentina fecha exibição de arte polêmica

A justiça argentina determinou o fechamento da mais recente exposição de um polêmico artista plástico argentino por "ferir sentimentos religiosos".A juíza Elena Liberatori adotou a decisão contra o artista León Ferrari a pedido da associação religiosa Cristo Sacerdote, segundo a decisão divulgada neste Sábado.Ela alega ter decidido fechar a exposição porque "as advertências de que as obras ali expostas poderiam ferir os sentimentos religiosos das pessoas foram insuficientes".O governo da cidade de Buenos Aires pretende recorrer da decisão porque a mostra ocorre em um de seus centros culturais no bairro de La Recoleta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.