Justiça condena por homicídio ícone pop

O Tribunal Superior de Los Angeles condenou ontem o ícone pop e produtor musical Phil Spector pela morte não intencional da atriz Lana Clarkson. Spector pode passar o resto de sua vida preso por disparar contra a boca de Lana em seu castelo, em fevereiro de 2003, enquanto os dois supostamente brincavam com uma arma. Spector trabalhou com os Beatles e Cher, entre outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.