Justiça confirma condenação de ativistas

A Suprema Corte do Bahrein confirmou ontem as sentenças de 13 ativistas da oposição condenados por sua participação nos protestos contra o governo em 2011. Essa era a última chance que os acusados tinham para recorrer. O Bahrein foi um dos países tomados por protestos contra o governo em fevereiro de 2011, no contexto da Primavera Árabe. Os ativistas estavam entre os 20 líderes da oposição condenados por um tribunal militar em 2011. Sete receberam pena de prisão perpétua e os demais, penas de 5 a 15 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.