AP Photo/Emilio Morenatti
AP Photo/Emilio Morenatti

Justiça da Espanha concede fiança a cinco acusados de estupro coletivo 

Caso de jovem estuprada por cinco homens, que ficou conhecido como 'La Manada', revoltou o país em 2016 e levou milhares às ruas para protestar contra condenação branda dada a eles

O Estado de S.Paulo

21 de junho de 2018 | 15h01

MADRI - Uma corte da Espanha despertou uma nova onda de indignação no país nesta quinta-feira, 21, ao garantir direito de fiança aos cinco homens absolvidos em um caso de estupro coletivo e condenados por uma acusação menor, de abuso sexual. 

O tribunal no norte da Espanha fixou fiança de € 6 mil para cada um dos homens que apelavam contra uma sentença de 9 anos de prisão anunciada em abril, segundo a agência Europa Press e outros veículos de imprensa do país.  

Em julho de 2016, uma jovem de 18 anos afirmou ter sido estuprada por cinco homens durante as festas de São Firmino, na Espanha. Dois anos depois, em abril, dezenas de milhares de pessoas protestaram em várias cidades do país contra a sentença dada para o caso - os juízes descartaram a acusação de estupro e condenaram os acusados por abuso sexual. 

+ Espanha protesta contra sentença de abuso sexual dada a grupo acusado de estupro

Procuradores disseram que os homens filmaram o ataque e compartilharam o vídeo em um grupo do WhatsApp com o nome de "La Manada".  Os vídeos usados pelos homens para se gabar com os amigos se tornaram uma peça-chave do processo.

Grupos de direitos das mulheres e outros ativistas protestaram em grandes marchas em Pamplona e Barcelona contra a mais recente decisão da Justiça. / AP, AFP e W. POST  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.