Justiça de Israel autoriza destruição em área palestina

A Corte Suprema de Israel rejeitou uma petição exigindo que o Exército pare de demolir casas de palestinos na fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito. A decisão abre caminho para o Exército ampliar a área sob controle militar ao longo da fronteira. Segundo uma agência das Nações Unidas, forças israelenses já demoliram cerca de 100 lares de palestinos durante uma operação militar de três dias, realizada semana passada, depois de um ataque palestino que deixou cinco soldados mortos na área. Centenas de palestinos ficaram desabrigados. Em reunião do gabinete israelense realizada neste domingo, o governo ameaçou ampliar as ações na Faixa de Gaza, a fim de criar uma ?nova realidade? na fronteira com o Egito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.