Justiça de Moscou ordena readmissão de bailarina considerada fora do peso

Um tribunal de Moscou ordenou, nesta quarta-feira, que o Teatro Bolshoi readmita a bailarina Anastasia Volochkova, despedida sob a alegação de excesso de peso. A sentença, da qual o Bolshoi pretende apelar, não assegura o retorno da bailarina aos palcos. O ministro da Cultura russo, Mijail Shvidkoi, declarou que a readmissão de Anastasia não significa sua inclusão no elenco.A justiça ordenou que o Bolshoi pague US$ 6.300 em salários acumulados desde a demissão da bailarina. Anastasia tem 27 anos, mede 1,67m e pesa 50 kg. Ela foi demitida do balé em setembro. O Bolshoi considerou a bailarina acima do peso e alegou ser difícil encontrar papéis que se encaixem no perfil da moça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.