Justiça decide se produtor de filme volta à prisão

A Justiça de Los Angeles vai decidir na próxima semana se o produtor do filme anti-islâmico que deflagrou uma onda de violência no Oriente Médio terá de voltar à prisão por ter violado sua condicional. Mark Basseley Youseff deverá comparecer diante de um juiz na quarta-feira. Em 2010, ele foi condenado por fraude bancária.

EQUIPE AE, Agência Estado

06 de outubro de 2012 | 20h38

Promotores alegam que Yousseff cometeu oito violações, como mentir para agentes responsáveis por monitorar sua condicional e usar nomes falsos. Yousseff, de 55 anos, também é conhecido como Nakoula Basseley Nakoula.

A prisão preventiva de Yousseff, sem direito à fiança, foi pedida após ficar determinado que havia risco de ele fugir.

O filme de Yousseff, "Inocência dos Muçulmanos", causou violentos protestos em várias partes do Oriente Médio e a morte de dezenas de pessoas, incluindo a do embaixador dos EUA na Líbia, Christopher Stevens. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAfilmeprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.