Justiça do México mantém resultado da última eleição

Os sete membros do Tribunal Eleitoral do México rejeitaram os pedidos de anulação da última eleição para presidente e abriram caminho para Enrique Pena Nieto, candidato vencedor do pleito pelo Partido Revolucionário Institucional (PRI), assumir o cargo.

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2012 | 09h05

Pena Nieto venceu a votação de 1º de julho por uma margem de 6,6% sobre Andres Manuel Lopez Obrador, do Partido da Revolução Democrática (PRD). Obrador contestou o resultado alegando que Neto e seu partido valeram-se de compra de votos e gastos de campanha maiores que o permitido por lei.

Os juízes disseram que as provas apresentadas contra o PRI eram frágeis ou insustentáveis. Não cabe recurso contra a decisão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoeleiçãoresultado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.