AFP PHOTO / EITAN ABRAMOVICH
AFP PHOTO / EITAN ABRAMOVICH

Justiça Eleitoral confirma Abdo Benítez como presidente eleito do Paraguai

Cerimônia de posse do novo governo será no dia 15 de agosto, que marcará o fim dos cinco anos de Horacio Cartes na presidência

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2018 | 02h53

ASSUNÇÃO - A Justiça Eleitoral declarou nesta segunda-feira, 21, oficialmente, o conservador Mario Abdo Benítez como presidente eleito do Paraguai, após as eleições do dia 22 de abril.

Segundo a contagem definitiva, Abdo Benítez, que será proclamado presidente no dia 25 de maio, venceu com uma vantagem de 3,68% sobre o candidato da oposição, o liberal Efraín Alegre, o que equivale a uma diferença de pouco mais de 95 mil votos.

O colorado Abdo Benítez venceu com um total de 1.206.067 votos (46,42%) na candidatura que incluía Hugo Velázquez para a vice-presidência. Alegre recebeu 1.110.464 votos (42,74%), segundo os dados definitivos do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE).

+ Conservador eleito no Paraguai dependerá da oposição para governar

Na apuração provisória, divulgada ao encerramento das urnas, Abdo Benítez se impôs com 3,7% dos votos sobre Alegre, que também preside o Partido Liberal, o maior da oposição.

A cerimônia de posse do novo governo será no dia 15 de agosto, que marcará o fim dos cinco anos de Horacio Cartes na presidência. No entanto, está previsto que Cartes renuncie antes, para fazer o juramento como senador no dia 1º de julho e evitar a duplicidade de funções. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.