Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Justiça impõe derrota a oposição de Hugo Chávez

O Conselho Eleitoral Nacional da Venezuela rejeitou nesta sexta-feira um abaixo-assinado pedindo um referendo para encurtar o mandato do presidente Hugo Chávez. A decisão é um golpe nas intenções da oposição venezuelana, que coletou 2,7 milhões de assinaturas para provocar o referendo ainda este ano e tirar Chávez do poder pelo voto popular.Segundo um dos conselheiros do Conselho Eleitoral Nacional, a petição foi rejeitada porque a oposição começou a coletar assinaturas antes da metade do mandato de Chávez, em 19 de agosto. A decisão forçará a oposição a redigir uma nova petição e coletar as assinaturas novamente.A oposição já esperava a derrota no Conselho, uma vez que a decisão foi antevista pela mídia local. Mas os líderes anti-Chávez prometeram reunir novas assinaturas e pedem maior clareza sobre as regras do processo.

Agencia Estado,

12 de setembro de 2003 | 17h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.