Arquivo/Press TV/Reuters
Arquivo/Press TV/Reuters

Justiça iraniana confirma que libertará americanos mediante fiança

Tribunal de Apelação de Teerã aceitou finança de alpinistas fixada em US$ 416 mil cada um

Efe

21 Setembro 2011 | 10h17

TEERÃ - A Justiça iraniana anunciou nesta quarta-feira, 21, oficialmente que os americanos Shane Bauer e Josh Fattal, condenados a oito anos de prisão por espionagem e entrada ilegal no país, serão libertados mediante fiança.

 

Segundo o site oficial do Poder Judiciário, a sala 36 do Tribunal de Apelação de Teerã aceitou que os dois norte-americanos sejam libertados em troca de uma fiança de por volta de US$ 416 mil cada um.

 

"Já temos a segunda assinatura, acho que hoje terminarão todos os trâmites e Deus queira que hoje mesmo fiquem livres", explicou à Agência Efe o advogado da dupla, Massoud Shafii.

 

Bauer, Fattal e sua namorada Sarah Shourd foram presos em 31 de julho de 2009, quando aparentemente faziam trilhas em uma região do Curdistão onde a fronteira entre Irã e Iraque é alvo de disputas.

 

Há um ano, Sarah foi libertada após pagar uma fiança de US$ 500 mil dólares e voltou aos Estados Unidos, mas seus dois companheiros permaneceram em uma prisão de Teerã.

 

Os três, que insistem em sua inocência, afirmam que se perderam e que em nenhum momento tinham intenção de entrar em território iraniano, e só cruzaram a fronteira porque uma patrulha persa que vigiava a região os teria chamado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.