Justiça mantém "recall" da Califórnia em 7 de outubro

Um corte federal de apelações dos Estados Unidos decidiu manter o referendo sobre o governo da Califórnia para 7 de outubro. Uma decisão judicial havia adiado por prazo indefinido o chamado "recall" da Califórnia, quando os cidadãos do estado vão dizer se querem que o governador Gray Davis deixe o cargo e, possivelmente, escolher um novo governador dentre os mais de 100 candidatos. A menos que a Suprema Corte dos EUA tome uma nova decisão sobre o assunto dentro de dias, o referendo acontecerá dentro de duas semanas. A decisão da corte de apelações foi unânime. O pedido de adiamento foi feito pela União Americana pelas Liberdades Civis. O adiamento foi deferido porque seis condados da Califórnia teriam que votar em máquinas antiquadas, do mesmo tipo que provocou a batalha por recontagens na Flórida nas eleições presidenciais de 2000 entre George W. Bush e Al Gore. Cabe recurso à Suprema Corte, mas isso abriria a possibilidade de o caso BushXGore ser reaberto. A União pelas Liberdades Civis não informou imediatamente se vai recorrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.