Justiça não investigará canibalismo na TV

O programa de culinária Proefkonijn, da TV holandesa BNN, testou os limites da audiência. Os dois apresentadores, Valerio Zeno e Dennis Storm, retiraram cirurgicamente partes da própria carne, fritaram e comeram diante das câmeras. Apesar das queixas, a Promotoria de Amsterdã decidiu que não investigará o caso de canibalismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.