Justiça nega pedido 'religioso' de lojistas

A Justiça americana negou um pedido da rede varejista Hobby Lobby para ser dispensada de vender pílulas do dia seguinte subsidiadas, uma obrigação pelas novas regras do sistema de saúde. O juiz disse que a loja "não é centro religioso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.