Justiça poupa repórter de 40 chibatadas

A jornalista sudanesa condenada por violar a lei da decência ao usar calças compridas em público foi poupada de levar 40 chibatadas, mas terá de pagar uma multa de US$ 200. Lubna Hussein,que está detida, afirmou que não pagará a multa e pretende recorrer da sentença. "Não  vou pagar nenhum centavo, é questão de princípios."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.