Vadim Ghirda/Arquivo/AP
Vadim Ghirda/Arquivo/AP

Justiça romena anula referendo sobre impeachment

Com decisão, presidente Traian Basescu pode voltar ao poder

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2012 | 08h33

BUCARESTE - A Corte Constitucional da Romênia decidiu nesta terça-feira, 21, que o referendo sobre o impeachment do presidente Traian Basescu foi inválido, abrindo caminho para a volta dele ao poder, informou a agência de notícias Mediafax.

Veja também:

link Justiça da Romênia decidirá validade do referendo

link Presidente romeno acusa premiê de 'golpe fracassado'

link Falta de eleitor invalida impeachment na Romênia

A coalização de centro-esquerda que governa o país, liderada pelo primeiro-ministro Victor Ponta, iniciou no mês passado um movimento para retirar Basescu, de centro-direita, do cargo. Isso culminou no referendo popular realizado em 29 de julho, que não obteve o comparecimento mínimo de 50%. A maioria dos que foram votar, no entanto, decidiram pela remoção do presidente.

Basescu é acusado de exceder sua autoridade ao interferir demais em assuntos do governo e tentar influenciar o sistema judiciário. O processo para tirá-lo do cargo foi bastante criticado pela União Europeia, com diversos líderes levantando duvidas quanto à legitimidade do movimento.

Augustin Zegrean, presidente do tribunal, disse que a votação foi de 6 a 3.

Com Dow Jones e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.