Justiça suspende leilão de terreno do Palace 2 no Rio

O juiz da 4.ª Vara Empresarial de Falências e Concordatas,Antônio Carlos Esteves Torres, suspendeu nesta terça-feira o leilão do terreno onde ficava o Edifício Palace 2. O juiz atendeu a um pedido dos ex-moradores, que querem decidir em assembléia se concordam com a venda do imóvel. O terreno seria negociado extrajudicialmente pela empresaAcir Leiloeiro, às 15 horas, com lance inicial de R$ 5 milhões, mas parte dos ex-moradores pediu o adiamento da venda para que o terreno fosse reavaliado. O advogado das vítimas, Eduardo Lutz, explicou que inicialmente os ex-moradores haviam concordado com o leilão do imóvel,mas voltaram atrás por temer que o imóvel fosse vendido por valor inferior ao de mercado. Das 120 famílias de ex-moradores do Palace, apenas duas receberam indenização desde que foi assinado acordo entreas vítimas e o ex-deputado Sérgio Naya, em janeiro do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.