Justiça vai investigar suposta irregularidade

ARGENTINA

, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2010 | 00h00

A Justiça argentina vai abrir investigação, na próxima semana, sobre uma suspeita de superfaturamento na construção da termelétrica de Río Turbio, na Província de Santa Cruz, reduto político da presidente Cristina Kirchner (foto). O custo ficou na faixa de US$ 2,68 bilhões, superior ao valor originalmente anunciado, de US$ 1,5 bilhão, e 300% maior que o custo médio de obra do gênero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.