Justiça veta extradição de traficante de armas

A Justiça da Tailândia recusou ontem o pedido dos EUA para extraditar o traficante de armas russo Viktor Bout. Conhecido como "Mercador da Morte" e "Senhor das Armas", ele é acusado fornecer armamento para grupos guerrilheiros em diversas partes do mundo. Entre seus compradores estariam as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e a Al-Qaeda. A Tailândia deu às autoridades americanas 72 horas para decidir se recorre da decisão. Caso contrário, Bout - que foi preso em Bangcoc, em 2008 - será solto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.