Justin Bieber lamenta morte de paparazzo

Fotógrafo estava no meio de uma avenida e tentava fazer imagens do carro do cantor quando foi atingido por outro carro

AE, Agência Estado

02 de janeiro de 2013 | 17h33

O cantor canadense Justin Bieber, de 18 anos, lamentou nesta quarta-feira, 02, a morte de um paparazzo de 29 anos que morreu em um acidente de trânsito, enquanto tentava fotografar a celebridade em sua Ferrari branca. A identidade do fotógrafo não foi revelada e Bieber não estava na Ferrari na hora do desastre.

"Esperamos que essa tragédia finalmente leve a uma lei e a outros passos necessários para proteger a vida das celebridades, de policiais, de pedestres inocentes e dos próprios fotógrafos", disse Bieber em comunicado. Um amigo da estrela adolescente dirigia a Ferrari, interceptada por um carro da polícia rodoviária estadual da Califórnia perto de Los Angeles.

O paparazzo perseguia o amigo de Bieber, achando que o cantor estivesse no volante da Ferrari. O paparazzo ficou a pé no meio de uma avenida, tentando fotografar a Ferrari, quando foi atingido por um carro dirigido por uma mulher de 69 anos. O fotógrafo de 29 anos morreu na hora. O atropelamento ocorreu no final da tarde da terça-feira. Segundo a polícia, a mulher não será indiciada, uma vez que não teve culpa no desastre. O amigo de Bieber foi multado por excesso de velocidade.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.