Kadafi abandona debilitada cúpula da Liga Árabe

O líder líbio, Muamar Kadafi, abandonou hoje (22) a cúpula da Liga Árabe em Túnis, protestando contra a agenda do encontro e a não aceitação de sua proposta para a criação de um único Estado palestino-israelense. "A Líbia não quer a agenda dos governos árabes, a Líbia quer a agenda dos povos árabes", afirmou Kadafi à imprensa após deixar o encontro de dois dias, iniciado hoje. Diplomatas disseram que a cúpula não pedirá a retirada imediata das tropas americanas do Iraque nem alterará a proposta de 2002 de paz com Israel em troca de sua volta às fronteiras anteriores à guerra de 1967. Mas a cúpula de 21 países e os palestinos mostrou-se enfraquecida desde o início, com oito outros líderes não comparecendo, entre eles o da poderosa Arábia Saudita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.