Kadafi colocou minas em refinarias, dizem rebeldes

Forças do ditador da Líbia, Muamar Kadafi, colocaram minas e outros artefatos explosivos em instalações petrolíferas na região de Brega, cidade que se transformou no mais violento front entre o regime de Trípoli e rebeldes. A informação foi anunciada ontem pelo chefe diplomático dos opositores líbios, Mahmud Jibril.

AE, Agência Estado

22 de julho de 2011 | 07h42

Segundo ele, os soldados leais a Kadafi teriam colocado as armadilhas, que destruirão a infraestrutura da cidade caso o ditador perca o controle sobre Brega. Explosivos também teriam sido instalados em dutos.

Brega é um dos principais centros da indústria do petróleo líbia. Antes dos combates, a cidade portuária armazenava, processava e embarcava o combustível em navios. "Lamentavelmente, Brega é hoje um enorme campo minado", disse Jibril a jornalistas após se reunir com a ministra das Relações Exteriores da Espanha, Trinidad Jiménez. "Descobrimos que colocaram minas em todos os lugares."

ONGs já haviam acusado o regime Kadafi de usar minas terrestres. A Human Rights Watch e os jornal The New York Times revelaram que Trípoli usou bombas de cacho contra civis. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaconfrontosKadafirebeldesminas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.