Kadafi diz que não vai se render nem abandonar Trípoli

O líder líbio Muamar Kadafi assegurou neste domingo que não irá se render e prometeu emergir "vitorioso" dos combates com as forças rebeldes que avançam sobre Trípoli. "Nós não vamos abandonar Trípoli para os ocupantes e seus agentes. Eu estou com vocês nesta batalha", declarou o coronel Kadafi em mensagem de áudio divulgada hoje pela televisão líbia.

RICARDO GOZZI, Agência Estado

21 de agosto de 2011 | 15h17

"Nós não vamos nos render e, com a graça de Deus, vamos emergir vitoriosos", prosseguiu o líder líbio. Ele conclamou seus correligionários a "marcharem sobre (o distrito de) Tajoura às dezenas de milhares para purgar (a região) dos agentes dos colonizadores", numa referência aos rebeldes apoiados pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). "Hoje nós devemos tomar Tajoura. Temo que, se os deixarmos, eles destruirão Trípoli", concluiu Kadafi.

A mensagem de hoje é a segunda divulgada pelo líder líbio neste fim de semana. Os pronunciamentos de Kadafi vêm à tona em um momento no qual as forças rebeldes avançam sob Trípoli. Comandantes rebeldes afirmam que a capital deve "cair dentro de algumas horas". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaKadafi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.