Kadafi ordenou atentado de Lockerbie, diz ex-ministro

O ex-ministro de Justiça da Líbia Mustafa Abdel-Jalil afirmou que o ditador Muamar Kadafi ordenou pessoalmente o atentado a um avião que explodiu sobre a cidade de Lockerbie, na Escócia, em 1988, matando 270 pessoas. A informação é do tabloide sueco Expressen. Segundo o jornal, Abdel-Jalil teria dito que "tenho provas de que Kadafi deu a ordem sobre Lockerbie", embora não tenha especificado quais seriam essas provas.

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2011 | 12h43

Abdel-Jalil deixou o cargo de ministro da Justiça na última segunda-feira, em protesto contra a violência com os manifestantes que pedem a saída de Kadafi. Ele disse ao Expressen que o ditador deu a ordem para que o ex-agente secreto líbio Abdel Baset al-Megrahi explodisse a aeronave. Ele é o único homem condenado pela explosão do voo 103 da Pan Am sobre Lockerbie, que matou todos as 259 pessoas que estavam a bordo e 11 em terra.

"Para esconder isso, ele (Kadafi) fez tudo o que estava em seu poder para levar al-Megrahi de volta à Escócia", disse Abdel-Jalil. Al-Megrahi foi libertado de uma prisão escocesa, por razões humanitárias, em agosto de 2009, sob o argumento de que estaria com câncer de próstata e teria pouco tempo de vida. Ele continua vivo.

A porta-voz do Exressen, Alexandra Forslund, disse que seu repórter, Kassem Hamade, entrevistou o ex-ministro da Justiça em "um Parlamento local de uma grande cidade da Líbia". Ela não revelou o nome da cidade, por questões de segurança. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
KadafiLockerbieatentadoex-ministro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.